Algumas características do livro Quincas Borba

Quincas Borba é um dos livros mais conhecidos de Machado de Assis, ele é uma continuação de Memórias Póstumas de Brás Cubas.

Algumas características do livro Quincas Borba

“O Cruzeiro, que a linda Sofia não quis fitar, como lhe pedia Rubião, está assaz alto para não discernir os risos e as lágrimas dos homens”.

O romance Quincas Borba, de Machado de Assis, foi publicado primeiramente como folhetim pela Revista Estação, entre junho de 1886 e setembro de 1891 . O enredo desenvolve-se como uma continuação de Memórias póstumas de Brás Cubas, com foco narrativo inicial em 3ª pessoa.
A trama gira em torno da vida de Pedro Rubião de Alvarenga, ex-professor primário, que torna-se enfermeiro e discípulo do filósofo Quincas Borba. Quando Quincas falece na casa do amigo Brás Cubas no Rio de Janeiro, o ex-professor é declarado seu único herdeiro. Mas, havia uma condição prescrita: Rubião deveria cuidar do cachorro, que também levava o nome de Quincas Borba.

Mais sobre Algumas características do livro Quincas Borba

Quando o herdeiro parte para o Rio, conhece durante a viagem o capitalista Cristiano de Almeida e Palha e também sua esposa Sofia, que lhe dirige delicadezas e olhares. A paixão por Sofia foi inevitável e quando Rubião declara seu sentimento à moça, esta por sua vez, acaba recusando o amor oferecido, mesmo que tenha dado esperanças a Rubião desde que se conheceram. Para agravar, Sofia relata a história ao esposo. Mas, para poder aproximar-se do recém afortunado Rubião, Cristiano não dá importância ao fato e continua a manter sua relação, em nome do capitalismo.
Sem o amor de Sofia, Rubião enlouquece: é explorado por várias pessoas, principalmente pelo casal, fica na miséria e morre. Essa loucura, é comparada a loucura que causou a morte de Quincas .

Sobre as principais características do livro, o romance é o volume Machadiano que mais se aproxima da tradição do Realismo Europeu do século XIX. A narrativa passa da condição de modéstia do professor para condição capitalista, dando ênfase aos infortúnios do acaso e do dinheiro. As personagens, mesmo planas, revelam importantes aspectos da psicologia humana: Sofia personaliza o amor, Camacho, o poder, Rubião, a ingenuidade, Cristiano, o capitalismo. Elementos que pairavam híbridos ou contrastantes na produção realista.

A consideração social sobre valores é o principal tema do término do enredo, que, sobretudo, faz referência à filosofia de Quincas: Ao vencido, o ódio ou compaixão....Ao vencedor, as batatas !” O livro representa a filosofia inventada por Quincas, de que a vida é um campo de batalha. Sobrevivem os mais fortes e os fracos e ingênuos (Rubião) são manipulados e aniquilados pelos superiores e espertos (os capitalistas Palha e Sofia).

Saiba mais sobre Literatura:

16/06/09 por Jessica

   



Mais informações por email

Comentar