Como evitar furúnculo


O furúnculo é considerado e faz parte do grupo de infecções da pele e de seus anexos, o qual tem como características uma infecção do folículo polissebáceo, que é nada mais a região em que nasce o pelo, que com a ação bacteriana resulta-se no aparecimento de tal problema. O furúnculo não é grave, contudo, é fonte de angústia e de grandes transtornos para as pessoas acometidas pelo mesmo. Pode surgir em qualquer parte da superfície do corpo, exceto na palma da mão e na planta do pé, contudo, possui maior preferência para as regiões em que há maior quantidade de pelos e, que são submetidas à fricção e grande transpiração, como axilas, nádegas, face, pescoço e virilha. O furúnculo se inicia com a penetração da bactéria no folículo da pele, o que provoca uma infecção superficial, e posteriormente, a infecção se dissemina e se transforma em uma lesão com uma região amarelada no centro e ao redor, avermelhada e endurecida.
Ocorre um aumento significativo do tamanho da lesão, o que causa sensação de compressão e de muita dor, assim o tamanho do furúnculo dependerá da profundidade da infecção ou do folículo infectado, sendo que quanto mais profundo, maior será o furúnculo. Com o passar do tempo, há a destruição da pele que recobre a região central, a qual se rompe espontaneamente e leva a remoção do material amarelado do centro, que nada mais é do que tecido necrótico e pus. Com este rompimento, a dor é amenizada e a ferida tende a se cicatrizar e assim, deixar uma marca escura na região. Na maioria dos casos, a evolução do furúnculo ocorre sem maiores problemas, mas podem ocorrer complicações quando ocorre a ruptura da barreira de proteção que é formada pelo sistema imune, o que resulta em uma disseminação das bactérias. Isso é provocado principalmente pelo hábito que muitas pessoas têm de ficar apertando os furúnculos, o qual deve ser evitado, já que pode fazer com que as bactérias caiam na rede sanguínea e assim infectem outros lugares do corpo.
O tratamento geralmente não necessita de drenagem, é baseado na utilização de antibióticos e da aplicação de calor na região a partir de compressas quentes. Em casos mais leves, apenas o calor é recomendado, pois a elevação da temperatura aumenta a quantidade de sangue na lesão, o que auxilia o sistema imune no combate a infecção. Além destas técnicas para combater o furúnculo, os médicos recomendam que a pessoa acometida fique em repouso imobilizada, sendo que quando se trata do membro inferior, o mesmo pode ser mantido elevado. Como prevenir? Não existe uma prevenção específica, ou seja, para todas as pessoas, mas sim para aquelas que apresentam furúnculos frequentemente, como:
-Uso de antibiótico para tratar os furúnculos;
-Realização de limpeza de pele com substância antisséptica;
-Lavar frequentemente as mãos;
-Utilizar toalhas limpas;
-Trocar constantemente as fronhas e roupas íntimas;
Como já dito, a drenagem cirúrgica não é necessária na maioria dos casos, sendo que este procedimento pode aumentar as chances da disseminação das bactérias. No entanto, é indicado para as grandes lesões, e se for o seu caso, procure um médico imediatamente.

             
0 voto



Maikon
05/11/10


Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook
  1. muiiiito bom , vai ajudar muita gente, estou com um furunculo aqui , apertei ele ontem e hoje ta muito melhor . vou fazer a compressa de água quente !

    Juan
    07/11/11 às 3:33 pm

X
Curta a página