Consequências da gravidez na adolescência

A gravidez na adolescência tem sido cada vez mais frequente, mas que pode causar consequências a longo prazo, para mãe e filho.

Adolescentes com teste de gravidezA adolescência é uma fase conturbada, de transformações, questionamentos, dúvidas e mudanças físicas e psicológicas. Muitos são os assuntos debatidos durante essa fase: estudos, família e relacionamentos.

A descoberta do corpo e o início de um relacionamento podem encaminhar a uma gravidez precoce. No Brasil, estima-se que, a cada ano, cerca de 20% das crianças que nascem sejam filhos de adolescentes. O número de garotas que são mães com menos de 15 anos é três vezes maior do que o registrado na década de 70.

                       

A principal questão em torno da gravidez precoce é que, enquanto o útero já está preparado para conceber uma vida, a mente passa por profundas transformações e a vida de uma adolescente ainda não está estabilizada para garantir a ela e a seu filho segurança e qualidade de vida.

A gravidez na adolescência ainda pode causar consequências a longo prazo, para mãe e filho. Veja quais são essas tais consequências que os referimos:

Consequências psicológicas da gravidez na adolescência

Pais discutindo com adolescentes

As consequências psicológicas são as mais notáveis, tendo em vista que o fato determinará o andamento de todo o resto de sua vida. A depressão durante e pós-parto é bastante frequente, assim como a baixa autoestima devido as enormes mudanças que o coro feminino passa nessa fase.

Por isso, a jovem gestante necessita de tanto apoio e acompanhamento de familiares e amigos, pois embora a situação seja complicada para todos que estão mais próximos, a futura mãe precisa estar bem para garantir o seu bem estar e a saúde do bebê.

Consequências sociais da gravidez na adolescência

Gestante lendo

As mudanças na vida da adolescente são inúmeras, já que a mãe fica com maior parte das consequências de uma gravidez precoce do que o pai. A evasão escolar é uma das principais, pois a maioria das jovens que engravidam em período escolar abandona os estudos.

A relação familiar também piora consideravelmente, pois a maioria não tem estabilidade financeira, passando a responsabilidade de custos com a gestação e futuramente do bebê para os pais, ou avós. Pois na condição de gestante adolescente passa a ser mais difícil a conquista de uma vaga de emprego.

Consequências físicas da gravidez na adolescência

Adolescente pensativa

A pressão, a sobrecarga de uma gravidez na adolescência não é somente emocional, mas também física. As adolescentes grávidas têm mais chances de desenvolver problemas como: hemorragias ou problemas no parto, diabetes gestacional, a taxa de bebês nascidos vivos com peso menor que 2,5 kg ou com má formação congênita aumenta significantemente nas gestações de adolescentes.

Por conta dessas inúmeras consequências e outras tantas de uma gestação precoce, é que se faz ainda mais importante a abertura familiar, escolar e também da comunidade para a discussão destes assuntos, pois através da informação os jovens passam a ter mais consciência da responsabilidade que é gerar uma vida.

Confira um papo entre amigas sobre gravidez na adolescência.

Mais artigos sobre gravidez na adolescência

Nenhum voto, seja o primeiro



Talita
29/05/09


Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook