Definição de glândulas endócrinas

As glândulas endócrinas possuem características e funções próprias e específicas. Entenda como essas glândulas funcionam.

Sistema endócrino

A glândula endócrina, como o próprio nome já diz, faz parte do sistema endócrino do organismo animal, sendo que esta tem como finalidade a secreção de substâncias para a sua superfície ou para o interior de uma cavidade, isto é, não lançam substâncias diretamente na corrente sanguínea ao contrário das glândulas exócrinas. Existem dois tipos distintos de glândula endócrina, a qual pode ser glândulas cordonais, que são cordões maciços anastomáticos separados por capilares sanguíneos, como o Paratireóide e a Hipófise. E a outra, são as vesiculares ou foliculares, as quais se agrupam e formam vesículas que tem a capacidade de armazenar o produto secretado antes de atingirem a corrente sanguínea, como por exemplo, a tireóide. A tireóide é uma das maiores glândulas endócrinas do corpo, é a glândula que é estruturada por dois lobos encontrados no pescoço que tem como função, a produção de hormônios que regulam o nível de metabolismo e estimulam o aumento funcional de outros sistemas do organismo, como por exemplo, a tiroxina.

Desta forma, os hormônios são produtos de secreção destas glândulas, as quais possuem como característica principal estarem presentes na circulação, banhando todas as células do organismo, realizando o seu trabalho longe de sua origem. A medida que o o coração bombeia o sangue para todo o corpo, os hormônios em grande velocidade se destinam para diferentes pontos do organismo, onde é realizado o seu trabalho, sendo que para a execução de suas funções, é necessário que haja uma comunicação de qualidade entre todas estas partes do corpo. Nós, por exemplo, contamos com complexos sistemas de comunicação que enviam informações para nos manter vivos e em funcionamento, como o sistema nervoso e o sistema endócrino.

Como exemplo de glândulas endócrinas, temos: a tireóide, os testículos, a paratireóide, os ovários, a glândula supra-renal ou adrenal, a pineal, e a hipófise. Contudo, uma das mais importantes glândulas pertencentes ao sistema endócrino é o pâncreas, o qual tem como função realizar a produção de insulina para a regulação da taxa de glicose no sangue, em alguns casos, por exemplo, quando há uma grande ingestão de açúcar, o nível de glicose consequentemente aumenta rapidamente, e desta forma, o pâncreas realiza a liberação de insulina no sangue. Este hormônio tem a capacidade de aumentar a absorção de glicose das células, fazendo com que a glicose seja removida do sangue e seu nível no sangue volte ao normal.

 

Leia mais sobre Corpo Humano:

27/11/10 por Maikon

   



Mais informações por email

Comentar