Desmatamento e suas consequências

O desmatamento é um problema sério que afeta todos que vivem no planeta terra, indireta ou diretamente. Entenda melhor o motivo.

A desflorestação, mais conhecida como desmatamento é o processo em que ocorre o desaparecimento de matas, o que é uma atividade fundamentalmente causada pela atividade humana, mas será que isso ocorre pelo fato de termos uma má consciência ambiental? Você pode perguntar a quem quiser, quais os motivos para evitarmos o desmatamento não apenas no Brasil, mas também em todo o mundo, pelo menos alguns motivos você terá, mas pode ser que não sejam tão coerente assim. É desta forma que os governantes e legisladores do Brasil também pensam e possui a mesma consciência em relação ao desmatamento, sendo que estes problemas nacionais geralmente ocorrem por três motivos: a especulação imobiliária, a industria madeireira e a obtenção de solo para a agropecuária. E isso tudo acontece devida a ausência de consequência ambiental, e principalmente, falta de fiscalização do governo em relação ao cumprimento das leis. Para que possamos lidar com o desmatamento das florestas no país, é preciso que antes possamos entender as suas causas, assim veja logo abaixo as consequências deste ato inconsciente:

-Perda da biodiversidade: Os diversos tipos de animais e seres vivos que estão presentes nas vegetações nativas são originados por um processo evolutivo lento, o qual levou bilhares de anos para se formar. Assim, além da perca desta diversidade de seres, também perde-se a perda da diversidade genética, o que é algo realmente irreversível.

Mais sobre Desmatamento e suas consequências

-Degradação das mananciais: A remoção e eliminação da mata que protege as nascentes resulta em sérios e graves problemas ao bem que está cada vez mais escasso em todo o mundo, a água. Isso acontece, sobretudo, pela impermeabilização do solo em torno da água.

-Aterramento de rios e lagos: Estando o solo sem cobertura vegetal em abundância, a erosão acontece devida a intensidade e frequência surpreendentes, no qual o solo é levado diretamente para lagos e rios. É válido ressaltar que a erosão é a perda de solo, sendo este um problema resultante por vento e água, o que faz com que o volume de lagos seja mais limitado e a vazão dos rios, comprometida.

-Redução do regime de chuvas: Pode ser que você não saiba, mas a grande parte da água das chuvas continentais vem das próprias áreas continentais e não do mar. No entanto, com o desmatamento de grandes áreas de matas faz com que o clima seja alterado na região, o que pode provocar um maior período de estiagem.

-Redução da umidade relativa do ar: Um dos principais reguladores de umidade do ar é a evapotranspiração das folhas, sendo que esta tem a finalidade de controlar a temperatura nos ambientes em que estão, o que faz com que a região tenha ar mais seco e temperatura mais elevada.

-Aumento do efeito-estufa: As floretas são ótimas fontes de carbono, isto é, guardam o carbono em sua estrutura orgânica, assim com a sua queima, todo esse carbono que antes foi absorvido pelas plantas volta à atmosfera, provocando um aumento no efeito-estufa, resultando na elevação do calor e temperatura do planeta.

13/07/10 por Maikon

   



Mais informações por email

Comentar