Doenças de pele causadas pelo sol

A exposição por tempo prolongado e de forma exagerada ao sol é prejudicial à saúde, principalmente quando não há nenhum tipo de proteção contra os raios ultravioleta. Esta radiação liberada pelo sol é completamente diferente da luz que visualizamos e também, o calor que sentimos diretamente em nossa pele, principalmente nós, que estamos mais próximos a linha do Equador, onde a radiação ultravioleta conta com maior intensidade o que leva o sofrimento de muitas pessoas que se expõem ao sol durante a vida, como trabalhadores rurais, pescadores, motoristas profissionais, trabalhadores que ficam sempre expostos ao sol, pessoas adeptas è prática de esportes ao ar livre, pessoas que bronzeam-se muito e outros.

             

São muitas as doenças causadas pela radiação dos raios ultravioletas, sendo que a exposição em excesso pode levar o aparecimento do temível câncer de pele, principalmente nas orelhas, nas pálpebras, no nariz, nas bochechas, nos lábios e outras regiões mais expostas, e ainda a retração de pálpebras inferiores (aspecto de buldogue) e envelhecimento precoce. Já em relação aos olhos, a radiação violeta pode causar diversas doenças, como catarata; câncer de pálpebras e conjuntiva ocular; pinguécula e pterígio; disfunção lacrimal (inflamação permanente da superfície ocular ou olho seco); doenças do fundo do olhos, como cegueira que é resultante de lesões na retina que podem ser súbitas (maculopatia solar) ou crônicas (degeneração macular),ou melhor, longos anos de exposição ao sol.

A única forma de evitar estes doenças causadas pela exposição ao sol, ou melhor, contra os raios violetas deve começar logo na infância, já que de acordo com uma pesquisa realizada, cerca de 80% da exposição aos raios nocivos do sol ocorre até os 18 anos de idade, já que nesta fase da vida o indivíduo está geralmente mais desprotegido. Assim, esta exposição no começo da vida que irá resultar em um preço mais alto, mais tarde, na vida adulta. No entanto, deve-se utilizar sempre protetor solar, o qual deve ser reaplicado a cada duas horas, sendo que quando a exposição ao sol é de longo tempo, procure utilizar um boné ou algo semelhante para maior proteção da face. Além disso, evite a exposição ao sol dentre as 10 horas da manhã e 16 horas da tarde, horários em que os raios são mais nocivos.

Já em relação aos olhos, saiba que não é a cor escura da lente dos óculos escuros que protegem os olhos dos raios ultravioletas, pois esta radiação não é luz visível, desta forma, a cor da lente não significa em nada, já que existem óculos claros sem cor alguma e que contam com proteção 100% contra os raios violetas. É indicado que você compre apenas óculos de sol com procedência confiável, sendo que os óculos ruins, como os de feiras, por exemplo, fazem mais mal do que ficar sem utilizá-los, pois assim os olhos ficam mais expostos aos raios, já que com a utilização dos óculos ruins oferece baixa claridade, fazendo com que os olhos se abrem mais.

0 voto



Maikon
12/07/10


Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook
  1. quando me exponho no sol, ou so calor, meu rosto começa a coçar e encher de bolha ja fui no dermatologista mas não resolveu nada so me passam pomada e sabonete e não resolve .não sei mais oque fazer, me ajudem por favor.

    joana borges dias
    08/11/12 às 10:21 pm
  2. Tenho uma lesão no rosto, que começou com uma mancha esbranquiçada, depois apareceu uns pontos vermelho parecido com fungos. O dermatologista receitou um creme.Melhorou mas depois voltou. gostaria de saber opinião a respeito.

    Maria Natalice
    12/08/12 às 1:32 am