Esqueleto axial anatomia

O esqueleto é a parte que funciona como estrutura para o corpo animal e do ser humano. Saiba mais sobre a anatomia do esqueleto axial.

O esqueleto animal é divido em 3 grandes partes, as quais são: esqueleto axial que é constituída pelo crânio, coluna vertebral, costelas e esterno; esqueleto apendicular composto pelos membros torácicos e pélvicos, cíngulos escapular e pélvico; e a última parte, denominada de esqueleto visceral, que como o próprio nome já diz, são os ossos que se encontram no interior de vísceras, como por exemplo, canino e o coração do bovino ou do carneiro. O esqueleto axial, como já dito é composto pela cabeça (crânio e face), coluna vertebral (cervical, torácica, lombar, sacral e caudal), costelas e esternos, os quais constituem a caixa torácica. Na cabeça é possível encontrar uma grande diversidade de ossos, e para sua maior compreensão, veja-os logo abaixo e suas importantes características:

-Nasais: Crista etmoidal e osso rostral;
-Lacrimais;
-Maxilares: Face facial, face nasal, processo alveolar, processo zigomático e processo palatino. Para os bovinos, ainda há a tuberosidade fácil;
-Vômer;
-Pterigóide;
-Etmóide: Concha dorsal, lâmina perpendicular, concha média e labirinto;
-Hióide;
-Zigomático: Processo temporal, processo frontal e arco zigomático;
-Incisivos: processos alveolares, processos nasais e processo palatinos;
-Conchas nasais;
-Palatinos: Lâmina perpendicular e lâmina horizontal;
-Mandíbula: Porção incisiva e porção molar, e ramo coronóide e ramo condilar;
-Occipital: Côndilos, forame magno, protuberância occipital externa e fossa condilar;
-Esfenóide: Basi-esfenóide, pré-esfenóide, asas temporais, asas orbitais e sela túrcica;
-Temporal: Porção escamosa, porção petrosa, meato acústico externo e bulhas timpânicas;
-Frontal: Seio frontal e parte orbital;

Todos sabem que a coluna é composta por vértebras, as quais têm a sua quantidade variada de acordo com a espécie estudada, mas todos os animais possuem vértebras cervicais (pescoço), vértebras torácicas (dorso), vértebras lombares (lombo), vértebras sacral (pelve) e vértebras caudal (cauda). O estudo da vértebra se consiste em seus principais elementos, os quais são: corpo vertebral, forame vertebral, arco vertebral, processos espinhosos (dorsal), processos transversos (lateral), processos articulares (craniais e caudais), e tendo a coluna formada, ou seja, tendo todas as vértebras alinhadas forma-se o canal vertebral. Ainda se tratando das vértebras existem alguns processos articulares que são bem desenvolvidos para proporcionar maior movimento ao crânio, sendo as denominadas Atlas (elementos principais: não processo espinhoso, não tem corpo, possui forme transverso e tubérculo ventral e tubérculo dorsal) e Axis (processo espinhoso, forame vertebral, corpo, processo transverso e crista ventral).

Em relação às costelas, existem dois tipos: as verdadeiras (esternais) e as falsas (asternais), sendo que a quantidade de costela é a mesma quantidade de vértebras torácicas. Suas características principais são: cabeça, corpo e colo. O esterno é localizado na parte anterior do tórax, sendo o assoalho do tórax e assim é divido em três partes: processo xifóide, corpo e manúbrio.

Nenhum voto, seja o primeiro



Maikon
27/02/11


Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook