Estou grávida e agora?

Descobrir uma gravidez pode ser um choque ou até mesmo um momento esperado. Saiba o que fazer depois do resultado positivo.

Você descobriu que está grávida? Primeiramente parabéns, mas e agora? Você vai ser mãe, mas o que fazer para manter a saúde do seu filho e também a sua? A quem recorrer? O primeiro passo é procurar um obstetra e começar o seu pré-natal, sendo que se você já possui um médico de confiança, melhor ainda, caso contrário, converse com suas amigas e pessoas próximas que já tiveram filhos. É essencial que você se identifique e goste do obstetra que escolheu para cuidar tanto de você quanto do seu bebê, já que a criação de um vínculo positivo é de grande importância para um bom acompanhamento pré-natal. Logo na primeira consulta ao obstetra, o profissional realiza um levantamento detalhado sobre o seu histórico de sua saúde e também de sua família, além de realizar perguntas relacionadas ao marido e sobre antecedentes de doenças genéticas. Este questionamento é feito com a finalidade de saber quais são as chances de ocorrer problemas ao longo da gestação, e na primeira consulta, o médico realiza ainda, um exame completo da mulher. Deste primeiro encontro com obstetra, os demais são semelhantes, no qual ocorre em cada consulta a verificação da pressão arterial da mãe e o peso, a ausculta dos batimentos cardíacos do feto, o tamanho da barriga e qualquer outra queixa que a mãe apresente.

Pode ser que você estranhe ou até mesmo se assuste com a quantidade de exames que são solicitadas pelo médico logo na primeira consulta, mas isso é normal e tem fundamento, isto é, para garantir a saúde de vidas. Estes exames, de forma geral, é bateria de exames de sangue em uma rotina de cada três meses e para cada trimestre da gestação. Ao longo da gravidez são realizados outros exames de grande importância, com a finalidade de identificar doenças genéticas ou demais doenças que possam se desenvolver na gravidez, como o diabetes gestacional. Com certeza, a ultrassonografia é o exame mais esperado pela gestante e por toda a sua família, sendo que para uma gestante saudável e com nenhum ou com baixo risco, são recomendadas aproximadamente quatro exames de ultrassom, sendo que o primeiro deve ser realizado logo que a mulher descobre a gravidez, pois este tem a função de confirmar a idade gestacional e informar se o feto está ou não dentro do útero.

Mais sobre Estou grávida e agora?

A gravidez é uma situação normal e fisiológica e por este motivo a mulher não deve se sentir doente, mas sim se sentir diferente graças às alterações que seu corpo irá sofrer. Desta forma, estes sentimentos contrários são verdadeiramente normais, isto é, se sentir feliz e ao mesmo tempo se perguntar constantemente: ‘sou capaz?’. Foque em seu bebê, na saúde de seu feto e consequentemente na sua saúde, o resto é consequência e, com certeza, você vai tirar de letra, pois é o fenômeno de toda e qualquer mãe, é a lei natural da vida.

20/11/10 por Maikon

   



Mais informações por email

Comentar