Labirintite causas e tratamentos

A labirintite é uma inflamação interna no ouvido, mais especificamente no labirinto que é o responsável pela audição e equilíbrio.

Labirintite

A labirintite é um problema que gera desordem do equilíbrio, a qual é causada na maioria das vezes por uma infecção no trato respiratório superior, e assim como diz o próprio nome, é uma inflamação que afeta os labirintos. Os labirintos são regiões que armazenam o vestibular no ouvido interno, e esta inflamação dos labirintos conta com uma recuperação que pode variar entre uma a seis semanas. No entanto, é comum que os sintomas principais da doença, como tontura e desequilíbrio continuem presentes por muitos meses ou até mesmo anos após a cura da inflamação. Além de tontura e desequilíbrio, a labirintite também causa movimento involuntário dos olhos, vertigem, perda de audição no ouvido infectado, sensação de mal estar, ansiedade, náusea, os quais são resultados do equilíbrio distorcido que o encéfalo recebe do ouvido (s) infectado (s).

A causa principal da labirintite é a presença de um vírus no labirinto, contudo, pode ter como responsável infecção por bactéria, alergia, lesão na cabeça ou reação a certo medicamento. Não importa a causa da labirintite, ou seja, não importa se é viral ou bacteriana, este problema pode causar perda de audição permanentemente, apesar que isso seja raro. A ansiedade crônica é um dos efeitos colaterais que a labirintite causa, o qual tem a capacidade de provocar palpitações do coração, tremores, depressão e ataques de pânico, sendo este último um dos primeiros sintomas a aparecer quando a labirintite se encontra em seu estágio inicial.

Mais sobre Labirintite causas e tratamentos

É de grande importância realizar o tratamento adequado de toda e qualquer depressão ou/e ansiedade o quanto antes para que assim o encéfalo tenha a capacidade de compensar dos danos causados nos vestibulares do labirinto. A ansiedade aguda é um problema que pode ser tratado através de medicamento e em curto prazo, como por exemplo, fazer o uso de diazepam. No entanto, para tratamento em longo prazo este tipo de medicamento não é indicado devido à dependência que o mesmo poderá proporcionar ao paciente. De acordo com especialistas, são indicados os ISRS (Inibidores Seletivos de Recaptação da Serotonina), os quais são mais eficazes para o tratamento da labirintite, pois agem estimulando o crescimento neural no ouvido interno e alivia os sintomas da doença. Contudo, a labirintite viral deve se tratada o quanto antes com corticosteróides e outra medicação antiviral para que assim o paciente se previna de danos no ouvido interno. Outro tratamento muito eficaz para a labirintite é a Terapia de Reabilitação Vestibular, a qual é uma boa alternativa para amenizar ou eliminar a tontura causada pela labirintite, já que esta funciona fazendo com que o encéfalo use mecanismos naturais pré-existentes.

Leia mais sobre Labirintite?

28/11/10 por Maikon

   



Mais informações por email

Comentar