O que é melasma e cloasma?

Algumas pessoas sofrem com manchas na pele, essas possuem relação com a melasma ou cloasma. Entenda melhor esse assunto.

São muitas as pessoas que acreditam que melasma e cloasma são coisas diferentes, e estas se enganam, já que ambos os termos são utilizados para definir o mesmo, ou seja, o aumento da melanina que resulta no aparecimento de manchas na pele de tonalidade acastanhadas em diferentes partes do corpo, sobretudo, no rosto, no colo e nos braços. Também é conhecido como cloasma gravídico que são consideradas as manchas que aparecem durante a gestação e que podem ou não desaparecer após o parto, isto é, aquela indesejada mancha de gravidez que muitas mulheres apresentam na face. No entanto, estas manchas também pode aparecer em mulheres que não são mães, e também pode aparecer em homens, os quais representam apenas 10% dos casos. No entanto, a melasma ou cloasma adquiriu a denominação de manchas da gravidez porque é neste período em que a mulher sofre com o seu surgimento, fase em que a mulher fica verdadeiramente preocupada com a sua beleza, já que tem que lutar contra o aparecimento de estrias e manchas na pele.

O aparecimento de melasma ou cloasma na pele durante a gestação está associado com fenômenos de aumento da pigmentação decorrentes ao distúrbio hormonal tanto de estrogênio quanto de progesterona e também do hormônio que estimula a produção de melanina. Desta forma, a gestante notará com maior evidência a mudança de pigmentação, por exemplo, dos mamilos, da virilha, e na linha do abdômen que desce do umbigo em direção ao órgão reprodutor feminino, além das axilas e faces internas das coxas que tendem a diminuir posteriormente com o nascimento do bebê. O melasma ou cloasma não significa nenhum problema interno, no entanto, pelo fato de se tratar de uma mancha escura nas áreas mais visíveis do corpo, assim maior atenção e consequentemente meche com a autoestima feminina e suas emoções. Além da gestação, outros fatores podem desencadear o aparecimento de manchas causadas pelo aumento de melanina na pele, como por exemplo, o uso de anticoncepcionais, fatores genéticos e alterações da tireóide que estão também relacionados com a exposição ao sol sem a devida proteção. Os raios solares pioram o melasma independente da quantidade de sua exposição, pois o mecanismo de formação de melanina é estimulado com a radiação solar, assim as áreas mais expostas ao sol são as quais mais sofrem com o aparecimento de manchas, de melasma ou cloasma.

Desta forma, a prevenção do cloasma ou melasma se faz com a utilização rigorosa de filtros solares, sendo que durante a gestação este cuidado contra os raios nocivos do sol devem ser redobrados com a aplicação de filtros mais potentes e com reaplicações constantes. Assim, a mulher evitará a estimulação de produção de melanina e consequentemente o escurecimento da pele, e para maior proteção, quando se expor ao sol em praias, piscinas, rios, lagos, enfim, reaplique o filtro solar a cada mergulho e não se esqueça de utilizar guarda sol e também um bom chapéu. Além disso, o uso de determinados cosméticos como perfumes e maquiagens podem causar maior absorção solar na pele e o aumento da pigmentação da região, sobretudo, em pessoas alérgicas e durante a gestação.

O tratamento do melasma ou cloasma tem como finalidade remover as manchas, algo que é feito com a administração de substâncias clareadoras, tendo resultados satisfatórios, apesar de ser uma forma lenta e progressiva. É válido ressaltar que o escurecimento natural da pele através da exposição solar ocorre de forma rápida, mas voltar a ter a cor de antes não é tão rápido quanto parece, para notar isso, basta lembrar da última temporada na praia. Além disso, durante a gravidez é indicado que a mulher evite o uso de determinados cosméticos. Desta forma, para que haja o melhor tratamento dos melasma é necessário que a mulher recorra a ajuda profissional e caso a mesma ainda esteja na gestação, na maioria dos casos é necessário que ela espere o parto e o fim da amamentação para iniciar um tratamento para não colocar em risco a saúde do bebê. Por este motivo, é importante que previna-se do aparecimento das manchas e para isso, proteja-se!

Saiba mais sobre manchas na pele

30/05/11 por Maikon

   



Mais informações por email

Comentar