Perigos da tatuagem de henna


A tatuagem de Henna é uma arte corporal muito comum Ca cultura Hindu, a qual é muito utilizada em grandes festivais ou no momento do casório, onde enfeita-se a noiva dos pés às mãos como um sinal de boa sorte. Já no oriente, a planta Lawsonia inermis, no científico da Henna não é conhecida apenas como cosmético, pois suas propriedades terapêuticas possuem ações protetoras para a pele e também antibióticas. É no verão que as tatuagens de Henna fazem grande sucesso entre a garotada e entre alguns adultos que ainda não criaram coragem de fazer a tatuagem definitiva, no entanto, este momento de diversão para muitos pode não ser tão alegre quanto parece, pois são adicionadas muitas substâncias ao produto, as quais acabam modificando a sua composição, assim o risco de sensibilizações alérgicas são gigantescas, as denominadas dermatites de contato.

             

Estas substâncias adicionadas em sua composição são variadas, como substancias que são utilizadas para fazer com que a secagem seja mais rápida, para melhorar a definição do desenho e para dar coloração à arte. Desta forma, a tatuagem de Henna precisa também ter um cuidado e tenção especial, assim como as tatuagens definitivas, no entanto, caso a pessoa comece a apresentar coceira, vermelhidão, formação de bolhas, inflamação e descamação na área em que foi realizada a tatuagem se faz necessária realizar uma avaliação médica para um diagnóstico preciso, assim é preciso interromper a utilização desta substância e passar a utilizar medicamentos antialérgicos via oral ou/e pomadas ou cremes. Ressaltando que os antibióticos também podem ser receitados na recorrência de infecções secundárias, as quais podem agravar o quadro.

Se você pensa que as complicações das tatuagens de Henna acabam por aí você se engana, pois por serem mais utilizadas na época mais quente do ano, estas tatuagens podem resultar em reações cruzadas com a utilização de protetores solares, assim a lesão pode se tornar mis profunda, no qual pode pigmentar a pele e ocasionar cicatrizes, e a situação se agrava mais ainda caso haja exposição ao sol prolongada.

De acordo com dermatologistas e especialistas, caso ocorra uma má cicatrização da região, a cricatriz pode se tornar hipertrófica, isto é, se tornar avermelhada e um pouco mais elevada do que a superfície da pele, mesmo que com o tempo esta elevação possa regredir. No entanto, se situação piorar pode haver a formação de quelóides, os quais se estendem no local, se endurecem e provocam dores, e ainda, são irreversíveis. Infelizmente ainda não existe um tratamento contra ao quelóides, pois eles podem voltar a surgir após um tempo, mas é possível controlar através da aplicação de injeções para reduzir a inflamação e utilizar fitas de silicone para a compressão da cicatriz.

Desta forma, caso esteja realmente decidido fazer a tatuagem de Henna em você ou em seus filhos, procure um estúdio de qualidade e confiança, e evite realizar este tipo de tatuagem em barracas espalhadas pela praia.

0 voto



Maikon
03/07/10


Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook

X
Curta a página