Planos de delimitação e secção

A posição anatômica do corpo animal é uma convenção adotada em anatomia para a descrição das posições e regiões em que se encontram internamente os órgãos do mesmo, além dos ossos e demais componentes do organismo animal. Na anatomia sistêmica podemos encontrar os seguintes sistemas: esquelético, apendicular, muscular, circulatório, linfático, respiratório, digestório, endócrino, urinário, nervoso, sensorial e tegumentar. A divisão do corpo de um animal consiste em cinco regiões fundamentais, as quais são cortadas por diferentes planos de delimitação e secção, sendo elas: cabeça, pescoço, tronco (região torácica, pélvica e abdominal), membros (torácicos e pélvicos) e cauda. A posição de descrição anatômica é aquele em que o animal se encontra em pé, com os quatro membros apoiados ao chão, e com o pescoço formando um ângulo de 145 graus com o dorso, cabeça e com o olhar dirigido para frente.

Os planos de delimitação são seis no total, sendo quatro verticais e dois horizontais. Os planos verticais são: o plano lateral esquerdo (tangente ao esquerdo), o plano lateral direito (tangente ao lado direito), o plano cranial (tangente a cabeça) e o plano caudal (tangente a cauda). Já os planos horizontais são: o plano dorsal (tangente ao dorso) e o plano ventral (tangente ao ventre). Certamente você sabe qual o significado de vista dorsal e vista ventral, certo? Para relembrar, o plano dorsal é a linha superior sobre o animal, enquanto o plano ventral é a linha sob o animal. Junto aos planos de delimitação do animal, também existem os eixos, os quais são linhas imaginárias que passa pelo centro do corpo ou é simplesmente a união entre dois planos. Existem três tipos de eixos, sendo eles: o eixo craniocaudal ou caudocranial (que se estende do plano cranial ao plano caudal), o plano dorsoventral ou ventrodrosal (que se estende di plano dorsal ao plano ventral) e o plano laterolateral (que se estende dos planos laterais D e E).

Os planos de secção ou planos de corte se totalizam em três, e são os planos que cortam o animal através dos planos, sendo eles: o plano sagital mediano (que divide o animal em partes iguais, direita e esquerda), o plano transversal (o qual divide o animal em partes, cranial e caudal), e o plano frontal ou plano dorsal (que divide o animal em dorsal e ventral). Outros elementos importantes para sua maior compreensão e estudo sobre os planos de delimitação e de secção animal são os termos gerais, tanto de posição quanto de direção, assim veja-os logo abaixo:

-Cranial e caudal, e dorsal e ventral: Estruturas próximas ou voltadas aos planos.
-Médio: Estruturas entre os planos.
-Lateral, medial, intermédio e mediano: Posição de estruturas em relação ao plano mediano, sendo que próximo ao plano lateral ou mediano é denominado de lateral ou mediano. Exatamente sobre o plano mediano recebe o nome de mediano, e entre um lateral e um medial é denominado de intermédio.
-Externo ou interno: Está mais próximo ou mais distante do centro de um órgão ou de uma cavidade.
-Superficial e profundo: Está mais próximo ou mais distante da superfície do corpo.
-Proximal e distal: Estes termos são utilizados para os membros para determiná-los se estão mais próximos ou mais distantes da união do eixo do corpo. Por exemplo, as falanges proximal, medial e distal.
-Palmar ou plantar: Face caudal do carpo, metacarpo, tarso, metarso.
-Rostral: Termo utilizado para as estruturas localizadas na cabeça.
-Superior ou inferior: Estes termos são pouco utilizados nos animais, mas estes têm a finalidade de designar somente os lábios e pálpebras em superior ou inferior.

Veja logo abaixo algumas fotografias para maior compreensão sobre os planos de delimitação e secção:

Nenhum voto, seja o primeiro



Maikon
27/02/11


Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook