Qual a importância da avaliação física?


Raramente você encontra uma pessoa que dá a atenção devida para a avaliação física, e estas pessoas que as ignoram não sabem a importância que este teste possui antes de iniciar a prática de atividade física, seja ela qual for. É válido ressaltar que cada organismo reage de uma forma diferente aos exercícios físicos, assim como o processo de adaptação ao ritmo das atividades e o alcance do resultado desejado varia de pessoa para pessoa. Por este motivo, a avaliação física se faz tão importante, sendo que mesmo optando pela realização de exercícios físicos em casa ou uma simples caminhada pelo baixo, procure realizá-lo. Qual a finalidade da avaliação física? Este exame é essencial não apenas para avaliar a aptidão física associada à saúde e ao desempenho esportivo, mas também para verificar a evolução e os resultados que o exercício físico trouxe para a pessoa.

             

Esta avaliação consiste em exames e testes médicos, os quais devem ser realizados por profissionais capacitados e estes têm a função de diagnosticar o estado atual de condicionamento físico tanto muscular quanto cardiorrespiratório, e para a análise do percentual de gordura e outras avaliações, como por exemplo, a postura. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a idade não é o fator primordial e nem determinante para as limitações para com os esforços físicos, já que é possível que uma pessoa idosa e ativa possa ter melhor condicionamento físico do que uma pessoa jovem e sedentária. Desta forma, as variações e limitações atribuídas ao estado de saúde, aos hábitos de vida, as experiências anteriores em relação à prática de atividade física e o nível de aptidão física devem fazer parte da avaliação. Uma rotina de exercícios eficaz é aquele que é combinado corretamente com a duração e intensidade dos esforços que a atividade exige, levando em consideração as condições e necessidades de cada um diagnosticadas na avaliação para cada pessoa. Quando os exercícios são praticados de maneira correta, há uma menor probabilidade de ocorrem acidentes, lesões ortopédicas, reduz-se o risco de precipitação de acidentes cardiovasculares e outros desgastes indevidos.

É interessante ressaltar que uma das principais causas de desistência logo após o início das rotina de exercícios físicos é o desconforto que a mesma provoca, assim a pessoa não sabe que o problema está com ela, ou seja, os exercícios não proporcionam nenhum desconforto, mas da maneira que ela o realiza, seja pela intensidade, freqüência ou duração está proporcionando o contrário do que deveria.

0 voto





Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook

X
Curta a página