Sono excessivo sintomas

Não importa onde você esteja, seja em casa, na rua, no trabalho, em pé ou sentado, enfim, sempre vem aquele sono incontrolável? Você muitas vezes dorme por não conseguir controlar o sono e se manter acordado, e esta situação pode acontecer em qualquer hora do dia ou da noite? Saiba que o sono excessivo é denominado de narcolepsia, sendo este o estado em que a pessoa sente sono e dorme onde quer que esteja. Este distúrbio é também classificado como sonolência diurna, ou então, a pessoa pode estar sofrendo de outro problema, a chamada catalepsia, que é quando ocorre a perda da força muscular devida a emoção como risco.

Este tipo de problema pode resultar na paralisia do sono, isto é, quando a pessoa acorda e não consegue mais se movimentar, podendo até mesmo apresentar alucinações no início e no final do sono. Esta doença é muito mais comum entre as pessoas com idade superior aos 20 anos, sendo que o número de pessoas que sofrem com este distúrbio é baixo, sendo em âmbito nacional não chega a 0,040% da população. Em relação ao diagnóstico da narcolepsia se faz necessária a realização de exames como o polissonografia e também da escala de sonolência de Epworth e outros.

Como já dito, este é um problema raro que não conta com uma causa específica e sim com diferentes fatores que quando combinados em sim resultam no sono excessivo, como:

-Estresse: Este fator pode modificar a qualidade do sono ao longo da noite.
-Apnéia do sono: Diminue o tempo de sono profundo devida as paradas respiratórias.
-Fadiga: O cansaço faz com que haja um aumento de tempo para a recuperação do organismo.
-Depressão: O sono pode ser utilizado como uma forma de fugir de alguns problemas.
-Uso de medicamentos: Há alguns remédios, como os antialérgicos que aumentam a sonolência.

Quanto ao tratamento, este é realizado apenas através de indicações médicas, e caso haja a presença de alguns sintomas é indicado que você procure um especialista para melhores tratamentos.

Nenhum voto, seja o primeiro



Maikon
29/06/10



Vídeos Relacionados

Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook