Tecido cartilaginoso resumo

A cartilagem ou tecido cartilaginoso é caracterizado por sua rigidez e simultaneamente elasticidade e flexibilidade, sendo aderente às superficiais articulares dos ossos, acinzentados ou brancos. Tem como função facilitar o deslizamento e evitar choques nas superfícies dos ossos, tem grande importância para a formação e crescimento de ossos longos, atua como suporte de tecidos moles, e também é encontrado em outras regiões, como ponta do nariz e orelha. O tecido conjuntivo é constituído exclusivamente de células denominadas de condrócitos e de matriz extracelular especializada. Os condrócitos são células de cartilagem que são isoladas em lacunas (pequenas cavidades), sendo que estas lacunas podem estar separadas ou próximas, e isso quem define é a quantidade de matriz. Assim, esta disposição de lacunas é chamada de condroblastos, resultando no aparecimento do tecido cartilaginoso. Além destes, no tecido cartilaginoso há o revestimento feito pelo pericôndrio (pele de tecido conjuntivo denso não-modelado que reveste a superfície da cartilagem).

Tem como função proteger, revestir, sustentar e dar forma a determinadas regiões do corpo, no entanto, com uma rigidez menor em relação ao osso, e ainda tem a função de evitar atritos entre os ossos. É válido ressaltar que no tecido cartilaginoso há ausência de nervos, vasos sanguíneos e vasos linfáticos. Sua nutrição é deita por capilares do tecido conjuntivo que o envolve (pericôndrio) ou através do líquido sinovial das cavidades articulares. Desta forma, o fato de não possuir vasos sanguíneos, o tecido cartilaginoso necessita de um tecido conjuntivo anexo para que receba tudo o que necessita através de difusão, e neste caso, estamos nos referindo ao pericôndrio. O chamado disco epifisal ou cartilagem de crescimento é uma cartilagem que se faz presente na epífise dos ossos dos jovens com a finalidade de auxiliar na modulação ao longo de seu crescimento.

O tecido cartilaginoso é composto por fibras protéicas, células, condrina e substância intercelular, sendo que em relação às células, encontram-se os condrócitos, as mais utilizadas pelo tecido. As fibras proteicas possuem em grande quantidade colágena e poucas fibras elásticas, sendo que a mais abundante é o tipo I, que possui coloração branca, estrutura longa e sinuosa. Quanto a cartilagem, existem três tipos:

-Hialina: é a mais comum, e tem delicadas fibrilas de colágeno do tipo II, sendo essencial para o crescimento e extensão;
-Elastina: contam com pouca quantidade de fibrilas de colágeno do tipo II;
-Fibrosa: possui grande quantidade de fibras de colágeno do tipo I e é encontrada nos disco intervertebrais (disco de cartilagem fibrosa presente entre os corpos das vértebras e nas articulações intervertebrais).

1 voto



Maikon
27/11/10


Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook