Tecido conjuntivo características

Tendo origem mesodérmica, ou seja, fazendo parte da camada média, das três camadas germinativas primárias do embrião, o tecido conjuntivo é caracterizado pelo preenchimento de espaços intracelulares do organismo e pela essencial interfase entre os demais tecidos, resultando em um conjunto e sustentação. Tem como principal função, realizar a ligação entre os outros tecidos e órgão, e preencher os espaços entre os mesmos. De acordo com as regras da morfologia, o tecido conjuntivo apresenta matriz extracelular que é composta por um aparte não estrutural, a chamada substância estrutural amorfa, e também por parte fibrosa. Assim, se faz presente no tecido conjuntivo a substância amorfa, a qual é constituída por polissacarídeos, água e proteínas, e pode ter uma consistência dura, como exemplo, o tecido ósseo ou mais mole, como o plasma do sangue.

Quanto às fibras, estas podem ser de natureza protéica e se encontram no tecido conjuntivo com as seguintes características em destaque, reticulares (fibras reduzidas quanto a espessura, composta por proteína denominada de reticulada), elásticas (fibras compostas pela proteína elastina, a qual conta com uma grande elasticidade e tonalidade amarelada) e colágeno (fibras mais encontradas no tecido conjuntivo, a qual é composta por proteínas de colágeno de grande resistência, com tonalidade esbranquiçada).Desta forma, além de ter a importante função de manutenção e de preenchimento dos espaços entre os órgãos e tecidos, o tecido conjuntivo também tem ação de nutrição e defesa, sendo que seus principais tipos em seres vertebrados podem ser subdividos através de grupos, levando em consideração a sua composição e volume relativo de elementos e de matriz extracelular. Assim, há o tecido conjuntivo especiais como o sanguíneo, o ósseo, o cartilaginoso e o adiposo; e também o tecido conjuntivo propriamente dito, denso ou frouxo. Veja-os logo abaixo:

-Tecido conjuntivo frouxo: tem a capacidade de suportar pressão e pequenos atritos, sendo consideradas estruturas que ocupam regiões em que há modificação de formato. Conta com todos os componentes do tecido conjuntivo que haja predominância, como substâncias intercelulares, fibras distribuídas frouxamente, além de fibroblastos, macrófagos e plasmócitos.

-Tecido conjuntivo Denso: está relacionado à resistência e proteção dos tecidos, no entanto, possuem predominância e fibras. Há o denso não-modelado que é caracterizado pelas fibras de colágeno sem orientação definida, com resistência a tração exercida em qualquer direção. E o denso modelado, o qual é o mais resistente, pois as fibras são paralelas e alinhadas aos fibroblastos.

2 votos


Maikon
27/11/10


Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook