Usar absorvente interno faz mal

Apesar de já ser muito conhecido e também usado, o absorvente interno ainda é motivo de muitas dúvidas para as mulheres.

Absorvente interno

Apesar de já estar a bastante tempo no mercado, o absorvente interno ainda é um bicho de sete cabeças para muitas adolescentes e também mulheres. Muitas não sabem, mas o absorvente interno é uma das opções mais confortáveis para segurar o fluxo da menstruação, principalmente quando vamos à praia, piscina ou quando colocamos uma roupa que marca mais do que devia. São várias as dúvidas em relação a este modelo de absorvente, principalmente se ele pode fazer algum mal. Tire essa e outras dúvidas nos tópicos abaixo.

                       

Qual tamanho escolher do absorvente interno?

Existem três tamanhos para este absorvente, sendo o super, médio e mini. O critério usado para escolher o tamanho certo é o fluxo da menstruação, ou seja, se a mulher tem um sangramento abundante o absorvente interno escolhido será o super, já se a menstruação tem um fluxo menor, então o escolhido será o mini. Lembrando que o tamanho do absorvente não tem nada a ver com o tamanho do seu órgão íntimo, já que o mesmo se adapta facilmente ao tamanho do produto.

Absorventes internos

Como colocar o absorvente interno?

É normal ter dificuldades para coloca-lo nas primeiras vezes, já que quando não colocado da maneira correta pode incomodar um pouco. A melhor posição para introduzi-lo é em pé, com uma das pernas ligeiramente flexionada. Com a outra perna, apoie no vaso sanitário e introduza o absorvente devagar, usando sempre o dedo indicador ou o aplicador, empurrando o máximo que puder. O absorvente deve ficar no final no canal íntimo, onde não há terminações sensitivas, por isso não incomoda e nem dói.

De quanto em quanto tempo trocar o absorvente interno?

O recomendado por ginecologistas é que a troca seja feita a cada quatro horas, independente se o absorvente for interno ou externo. Quando a mulher passar mais de seis horas com o mesmo absorvente, o local fica propenso à proliferação de bactérias e fungos, podendo causar sérias infecções. Por isso o uso do absorvente interno não é recomendado para dormir, já que ultrapassa o prazo de troca.

Vários absorventes

O absorvente interno pode ser usado mesmo sendo virgem?

De uma maneira geral, quase todas as meninas pode usar o absorvente interno mesmo sendo virgem, pois o absorvente passa pela abertura do hímen sem causa lesão ou ruptura do mesmo. Mas é importante que antes de usa-lo, procure um ginecologista para observar que tipo de hímen você tem, pois as aberturas do hímen se diferenciam de mulher para mulher. Em alguns casos, meninas tentaram introduzir o absorvente e não conseguiram, pois alguns tipos de hímen não permitem a introdução do absorvente interno, por isso é recomendado à procura de um médico.

O absorvente interno pode ficar preso dentro do órgão feminino?

Não há como ficar preso, pois como o absorvente interno vem como uma cordinha que fica do lado de fora, na calcinha, a hora em que for tirar é só puxa-la. Caso a cordinha arrebente é só ter calma e puxar o absorvente com o dedo indicador. Por mais que ache que o absorvente pode ficar preso, vale lembrar que não tem para onde ir, pois o órgão feminino é uma rua sem saída e o absorvente não irá ficar passeando pelo corpo.

Segurando absorvente

O absorvente interno pode ser usado todos os dias?

Ele pode ser usado todos os dias sim enquanto estiver menstruada, não há nenhuma contraindicação em relação a isso. Mas vale lembrar que caso apresente qualquer tipo de corrimento ou sangramento fora do período menstrual, o absorvente interno é contra indicado, pois pode causar uma infecção mais séria. Nestes casos é importante a procura de um ginecologista.

O uso do absorvente interno pode fazer mal?

O absorvente interno tem por finalidade obstruir a passagem do sangue pelo canal do órgão feminino, caso esse sangue fique parado ali por um período muito longo (mais de oito horas), tem mais chances de proliferação de bactérias e fungos que alteram a flora do órgão feminino, causando infecções. Caso o absorvente fique por vários dias ali, também corre o risco de inflamações no útero e nas trompas, em alguns casos mais raros, a bactéria pode atingir a corrente sanguínea, causando uma infecção generalizada. Por isso ele deve ser trocado a cada quatro horas.

Dúvidas sobra qual absorvente usar

O uso do absorvente interno não traz nenhum risco para a saúde, desde que a mulher siga corretamente as instruções de uso.

Saiba mais sobre o uso de absorventes

1 voto



Haline
02/07/10


Mais informações por email.