Curiosidades sobre cavalo

O cavalo é um animal que acabou conquistando homens e mulheres ao redor do mundo. Conheça algumas curiosidades sobre eles.

Curiosidades sobre cavalo

A aproximação do homem em relação ao cavalo provocou a perda essencial de sua natureza, que nada mais é do que a liberdade, pois o animal que corria livre e não tinha limites, preserva até hoje o espírito intocado, selvagem e doce. Será que nós seres humanos compensamos toda a sua dedicação? Será que realmente o conhecemos? E melhor, será que ele é feliz perto de nós? A domesticação do cavalo já se faz a mais de seis a dez mil anos, mesmo com a sua domesticação o seu programa genético continua muito semelhante ao comportamento na natureza, o qual não possui chifres e não tem garras, tendo como único sistema de defesa é a fuga.

Os cavalos pertencem à família dos equídeos, que se dividem em quinos e asininos, sendo que o cavalo moderno surgiu a um milhão de anos, meio milhão antes do homem. É um herbívoro, extremamente pacífico, não é agressivo e é dócil. Para conhecer melhor os animais e seu comportamento natural, foi criado à etologia, e cada animal possui o seu etograma, e o cavalo conta com etograma que revela que este é um animal de manadas, ou seja, social que necessita de outro animal da mesma espécie. Desta forma, para o cavalo é essencial possuir companhia de outros cavalos e também um grande espaço livre, já que antigamente na natureza o cavalo tinha a possibilidade de correr livre quando sentia um perigo, mas o homem o aprisionou em uma baia pequena, a qual é verdadeiramente uma sela solitária de penitenciária. Este é um animal que necessita de espaço, e a cocheira que proporciona problemas digestivos e problemas comportamentais, além de criação de bichos.

É possível ver que alguns cavalos de exposições, por exemplo, são geralmente muito agressivos e procuram morder ou dão coice, o que é verdadeiramente uma causa do estresse que o animal tem por permanecer em baias. Desta forma, se você não possui espaço livre, não tenha um cavalo, e quanto mais próximo do natural do mesmo, é a melhor qualidade de vida que você pode proporcionar para o cavalo. As diferenças raças e diferentes tamanhos de cavalos surgiram apenas com a interação humana, pois o cavalo sempre foi forçado a servir ao homem ou até mesmo a vaidade humana, assim atualmente existem mais de cem raças espalhadas em todo o mundo. Quanto ao sistema de manejo e de treinamento, o cavalo deve estar feliz e contente com tal atividade, sendo que o animal faz tudo o que a gente quer, mas é preciso prestar atenção no que ele gosta e não gosta de fazer, assim o trabalho deve ser um momento divertido, pois para muitos é a única hora que ele possui para brincar.

Os cinco sentidos do cavalo são super sensíveis e que a sobrevivência do cavalo depende da percepção do ambiente, de um perigo constantemente, já que sua visão é diferente do ser humano, em que os pelos ‘compridos’ são denominados de sensores de aproximação, já que ele necessita colocar a boca para saber o que há de diferente próximo a sua face. No entanto, há muitas pessoas que cortam tais pelos, sendo verdadeiramente um crime contra o animal. Além disso, há muitos casos em que a embocadura machuca o cavalo, sendo que tal instrumento serve como direção, e assim sua posição correta é sobre a língua do animal. A falta de cuidado com os cascos é considerada um mau trato, já que existe uma ferradura específica para cada atividade e/ou tipo de solo, e caso não seja dada a atenção devida para tal região, pode-se aumentar as fraturas nas patas. O cavalo conta com constantes fraturas em suas patas devido ao movimento, mas isso não é motivo para colocá-lo para ‘dormir’, assim como muitos proprietários fazem. É válido dar uma atenção especial para o comportamento do cavalo, pois qualquer mudança pode ser sinal de doença ou dor.

Saiba mais sobre cavalos

Publicado por Maikon
Revisado em 02/02/2016

Compartilhar

Comentar com Facebook

Receba novidades

Comentar