Fui traído e agora?

A traição é algo que parte o coração e destrói relacionamentos. É preciso muita determinação para conseguir passar por esse problema.

traição

A traição é verdadeiramente um ponto intrigante e questionável em qualquer relação, sendo que para muitas pode significar um ponto final ou não. É dos motivos que mais levam casais ou principalmente as mulheres para o consultório de psicólogos na atualidade, e na maioria dos casos quem é traído sempre se culpa pelo fato de estar agindo errado, por não ser mais atraente, por não dar mais a atenção necessária para a parceira, enfim, coloca-se tanto quanto vítima como o grande responsável de tal situação. No entanto, a relação é constituído por ambas as pessoas, pelo casal e não por apenas uma, desta forma, os dois devem procurar manter o bem estar do namoro ou casamento, assim se culpar é um grande erro, já que em hipótese alguma é possível obter a perfeição por mais que você seja um super namorado. A pessoa que está do nosso lado deve nos aceitar da forma que somos ou então, procurar juntos uma terapia de casal para auxiliar em uma melhora relação, já que mudar alguém é impossível. Então pode-se dizer que a traição não é uma desculpa e sim falta de comprometimento com o parceiro e com a relação existente.

Ter um bom diálogo, tratando das frustações e dos desejos de ambos é uma ótima forma de conseguir ter um relacionamento longo e duradouro, mas isso não quer dizer que evitará problemas conjugais, mas sem dúvida alguma os ajudará. No entanto, quando acontece a traição, a dor, a quebra das desconfiança que te faz não acreditar em mais nada que a sua parceira diz, a dúvidas quanto ao amor que um sente pelo o outro, enfim, por estes motivos é preciso que a decisão de perdoar ou não uma traição, de manter ou não a relação deve ser muito bem pensada, sendo que somente você pode tomar tal decisão, assim não deixe-se levar por opiniões de terceiros. Contudo, são muitos os casais que tomam a decisão de manter o relacionamento e ter este acontecimento como mais um obstáculo superado, mas perdoar uma traição não lhe dá o direito de sempre trazer a tona tal erro e fazer com que a pessoa que traiu seja torturada e você que foi traído, sofra ainda mais. Perdoar é esquecer, e se você está decido em perdoar, esqueça-se do que ocorreu e não jogue na cara dela tal erro.

Além disso, não tome a decisão de manter o relacionamento pelo simples fato de fazer com que seu parceiro não procure o outro, não faça desta situação uma verdadeira disputa de quem pode mais. Tenha amor próprio, agindo assim você não encontrará a felicidade. Antes de tomar a decisão não existe nada melhor do que conversar com a sua parceira, mas para isso espere o tempo que precisar, mas não demore muito já que ela pode não te esperar muito tempo, principalmente se ela não te ama tanto quanto diz amar. Converse, questione os motivos que a levou a trair, como ela se sente, se tem coragem de trair novamente, e questione principalmente seu amor. Caso você tome a decisão de seguir sua vida sozinho a partir deste ponto, saiba que recomeçar sozinho não é tão fácil quanto parece, e os amigos é quem irá de ajudar nesta fase. Lembre-se de que toda e qualquer decisão tomada resulta em ganhos e perdas, e esta devem estar associadas com nossos sonhos e desejos.

Saiba mais sobre traição

Publicado por Maikon
Revisado em 02/02/2016

Compartilhar

Comentar com Facebook

Receba novidades

Comentar