Musculação na gestação

Muitas mulheres grávidas continuam com suas rotinas normalmente durante a gravidez, mas é bom ter alguns cuidados, como na musculação.

A grande parte das futuras mamães tem dúvidas em relação à prática de musculação durante a gestação, isto é, pode ou não pode? Pode até que ponto? De acordo com especialistas, a gestante pode sim realizar exercícios, desde que sejam mais cuidadosos e sem exageros, mas antes de tudo a mulher deve consultar seu médico para certificar de que está tudo em ordem e que não há nenhum tipo de restrição, por isso, nem pense em ir para academia sem informações sobre a sua gravidez. Desta forma, com um Check up realizado pelo profissional e com algumas avaliações físicas, o mesmo irá lhe prescrever alguns exercícios aeróbicos e de musculação que podem ser realizados, sendo estes de pouca carga e que exige ainda pouco impacto e esforço. No momento da prática da atividade física se faz muito importante ter um personal trainer ou instrutor ao lado para lhe ajudar e orientar para a realização correta dos exercícios.

Normalmente, o profissional irá solicitar a você um ótimo alongamento, principalmente na região lombar e na musculatura interna dos peitorais e pernas; utilização de roupas e calçados adequados para a prática de exercícios; adotar posições que não necessitem de grande pressão ou força abdominal; solicitará que você evite ficar muito tempo na mesma posição, seja em pé ou sentada; informará que as posições de barriga para baixo e decúbito ventral devem ser evitadas, pois estas pressionam grandes vasos sanguíneos; e ainda, incluirá um treinamento com exercícios musculares para a região da pelve, do diafragma e do abdome, regiões estas que irão facilitar o trabalho de parto caso estejam fortalecidas.

A prática de atividade física ou de musculação durante a gestação traz diferentes benefícios para a saúde da mulher, como melhora na circulação e sensação de peso e sobrecarga em relação às articulações, e ainda previne o aparecimento de edemas e de inchaços. No entanto, a musculação não pode ser realizada em alguns casos devida contra-indicações, como mulheres que sofrem de pressão alta, sangramento, dor de cabeça forte, perda de líquido, desmaio, fadiga excessiva, tontura e histórico de abortos seguidos.

Além disso, a mulher deve realizar uma prática regular, isto é, dividi-la em períodos, assim realizá-la no mínimo três vezes ao longo da semana com intensidade leve ou moderada. Os exercícios de musculação mais indicados para a gestante são os sem suporte de peso corporal, pois causam menor impacto, e não se esqueça ou deixe de lado os exercícios de relaxamento e alongamento, sendo que se possível faça a utilização de pilates ou a prática de yoga. Mantenha-se sempre hidratada para evitar a elevação da temperatura corporal e ter um cuidado especial em relação à dieta para evitar o ganho de peso em excesso.

Publicado por Maikon
Revisado em 26/09/2017

Compartilhar

Comentar com Facebook

Receba novidades

Comentar